Mais de 100 pessoas participaram da Jornada Paranaense de Imunologia, Síndromes e Vacinas


Com três palestras, evento trouxe informações técnicas para médicos veterinários, estudantes e produtores rurais

O Sindicato Rural de Guarapuava sediou na manhã de quinta-feira, dia 01 de dezembro, a partir das 7h30, no anfiteatro da entidade, a Jornada Paranaense de Imunologia, Síndromes e Vacinas, promovida pelo Sindicato dos Médicos Veterinários do Paraná (SINDIVET-PR) e Biogénesis Bagó. Mais de 100 profissionais, acadêmicos, professores e agropecuaristas participaram do evento.

A Jornada faz parte das comemorações dos 250 anos de ensino de Medicina Veterinária no mundo. Segundo o representante do Sindivet, Lourival Uhlig, as atividades iniciaram no dia 17 de outubro e finalizam com um jantar de confraternização no dia 9 de dezembro, em Curitiba.

O pesquisador da Universidade Estadual de Londrina (UEL), Amauri A. Alfieri, falou sobre os riscos sanitários, as doenças subclínicas que afetam o gado e somente são detectadas através de exames e não apenas por sintomas aparentes.

Em seguida, o gerente de serviços técnicos no Brasil da Biogénesis Bagó, Reuel Luiz Gonçalves, falou sobre crenças e mitos a respeito de vacinas e a evolução tecnologia na produção de injetáveis para controle de doenças.

O terceiro e último assunto foi explanado pelo pesquisador Demétrio Reva, vice presidente do Sindivet-PR e representante da Biogénesis Bagó. Ele fez um levantamento das doenças que acometem bovinos nos estados brasileiros e uma comparação das incidências nos últimos 10 anos.

Além das palestras, houve sorteios de pistolas e almoço na Churrascaria Casa Vecchia. Em Guarapuava, os parceiros do evento foram Sindicato Rural de Guarapuava, Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná (Unicentro), Cooperaliança, Sociedade Paranaense de Medicina Veterinária do Paraná –Núcleo Centro-Oeste, Emater e Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento (SEAB).

 

 

Solidariedade

Parte da verba arrecadada com a inscrição do evento, que custava R$ 20 por pessoa foi doada à Associação do Centro-Oeste do Paraná de Estudos e Combate ao Câncer (ACOPECC).

A entrega simbólica do cheque foi feita durante o evento, pelo representante do Sindivet, Lourival Uhlig; pelo representante da Biogenesis Bagó, Demétrio Reva e pelo presidente da Sociedade Paranaense de Medicina Veterinária do Paraná – Núcleo Centro, Adriano Carrasco, à presidente da ACOPECC Mara Neves, que estava acompanhada da assistente social da entidade, Márcia Regina da Silva Gonçalves.

Mara agradeceu a doação, salientando a importância da verba para a entidade. “Precisamos de ajuda e ficamos muito felizes com o telefona do Sindicato Rural de Guarapuava dizendo que a arrecadação do evento seria destinada à ACOPECC”.